A que horas você escreve?

SONY DSC

As pessoas têm curiosidade de saber a que horas o escritor escreve. Ninguém pergunta para o médico a que horas ele trabalha, nem para o advogado, muito menos para o engenheiro. Mas o escritor acaba respondendo essa pergunta.

É que é difícil encontrar tempo para escrever. A escrita exige concentração, algum silêncio,  comunicação entre o eu do escritor e o eu dos personagens, comunicação entre o escritor e os livros pesquisados, fotografias, recortes de jornal, tanta coisa. Leitura.

E tem o facebook,  o celular,  a internet,  as conversas com os amigos, os eventos literários nos quais é importante estar para saber o que está acontecendo e estar com outros escritores.

Os devaneios também ajudam e atrapalham. Escrevemos tudo ao mesmo tempo, lemos tudo ao mesmo tempo, pensamos assim, também.

Quem tem outra profissão, além da escrita ficcional, precisa trabalhar. Não se diz por aí que poucos vivem dos livros  publicados? E também é possível gostar de escrever e de trabalhar com outras coisas. Primo Levi, por exemplo, gostava de seu trabalho como químico. Há muitos exemplos assim. Eu mesma, por exemplo. Estudei direito, escrevo sobre direito, trabalho com direito. E escrevo ficção. Adoro escrever ficção. Precisei de muito tempo pra entender que é possível conciliar tudo. É claro que as linguagens são outras e estão em partes diferentes do cérebro. Como falar línguas diferentes, talvez. Não sei, preciso refletir mais e melhor sobre isso.

Mas voltando ao horário da escrita,  pode acontecer bem cedo, de manhã. De madrugada.

Eu gosto de escrever bem cedo,  quando estou bem concentrada e livre. E gosto de escrever domingo, como estou fazendo agora (não é cedo). Não gosto de escrever aos sábados.  E escrevo  no meu escritório, em casa. Só escrevo em casa.

Mas às vezes demoro para encontrar a escrita. Mesmo em casa.

Leio um livro chamado “O segredo dos grandes artistas”, de Mason Currey (Elsevier/Campus, 2013). Ele colecionou informações sobre rotinas de escrita.

Em Chawton, na Inglaterra, Jane Austen escrevia na sala, em folhas de papel pequenas. Acordava cedo e tocava piano. Depois, escrevia na sala. Curioso é que, quando pessoas de fora entravam, ela escondia os papéis e começava a costurar. À noite, lia para a família os romances que escrevia.

Thomas Mann trabalhava das nove ao meio dia, em seu estúdio. Depois, almoçava e lia até quatro da tarde. Dormia uma hora. Às cinco, tomava chá com a família. Depois, escrevia cartas, artigos para jornal. Caminhava antes do jantar. Antes de dormir, lia ou ouvia música com sua mulher.

Gosto de ler essas curiosidades.

Para escrever sempre, é importante ter alguma rotina. É como fazer ginástica. Um dia de cada vez, algumas horas de cada vez.

Eu, na verdade, não escrevo durante muito tempo. Meia hora, no máximo.

Pode parecer que escrevo de um jeito simples.

Minha simplicidade exige um certo esforço.

 

Tags: , , , ,

Uma resposta to “A que horas você escreve?”

  1. Fernanda Guimarães Pateo Says:

    Gosto de escrever, não sei bem a hora. Preciso de silêncio para me concentrar. Se estou indo bem, escrevo por um longo tempo, mais de uma hora. Se meu tempo é curto eu nem começo a escrever. Se não estou gostando, releio, paro de escrever, penso… Às vezes fico dias sem escrever para a ideia melhorar na minha cabeça. Não tenho hora, escrevo quando estou sossegada sem interrupções.
    A escrita simples, na minha opinião, são as melhores, prende o leitor.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: