Bravo – Paula Fernandes

A moça entrou atrasada na sala de concerto.
A sala de concerto recebeu a moça atrasada.
Atrasada estava a moça quando entrou na sala de concerto.
Entrou a moça atrasada na sala.
O concerto começou sem que a moça tivesse entrado.
Quando ela entrou a música já estava longe.
Silenciando.
Ela entrou.
Ela sentou.
Ela ficou.
O maestro de costas mexia os braços e sorria com eles e com a sua batuta.
A sua batuta.
Os músicos bateram os pés no chão junto com as palmas da plateia.
Levantaram também os violinos.
As flores foram dadas.
Bravo
Bravo.
A moça chorou no bis.
Tocaram uma música que ela gostava muito.

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s